• Escape

World Photography Awards 2020

Atualizado: 10 de jun. de 2020

Pablo Albarenga recebe o título de Fotógrafo do Ano no World Photography Awards 2020

Sementes de resistência © Pablo Albarenga, Uruguai, fotógrafo do ano, Sony World Photography Awards 2020

O artista uruguaio Pablo Albarenga foi laureado fotógrafo do ano no Sony World Photography Awards 2020 por sua série Seeds of Resistance.


A série vencedora combina imagens de paisagens e territórios que estão em perigo devido a mineração e o agronegócio com retratos de ativistas que lutam para conservá-los. Em 2017, pelo menos 207 líderes e ambientalistas foram mortos enquanto protegiam suas comunidades de projetos que ameaçavam seus territórios. De acordo com um relatório de 2018 da Global Witness, a maioria desses casos ocorreu aqui no Brasil, com 57 assassinatos sendo registrados, dos quais 80% eram contra pessoas que defendiam a Amazônia.

A série de Albarenga explora o vínculo entre os defensores e suas terras - uma área sagrada na qual descansam centenas de gerações de seus ancestrais. Nas fotografias, os personagens das histórias são vistos de cima, como se estivessem dando suas vidas por seu território.

Comentando sua vitória, Albarenga diz: "Com este importante prêmio, vejo duas vitórias: primeiro, a oportunidade de contar as histórias das comunidades tradicionais da Amazônia, destacando as pessoas que ainda lutam não apenas pelo futuro, mas também por todos. Precisamos olhar além das árvores, do oxigênio e das espécies "não descobertas" da floresta tropical. Segundo, o prêmio de fotógrafo do ano chegou à América Latina, um continente historicamente contado pelos olhos de estrangeiros. Espero que muitos outros fotógrafos da nossa região continuem contribuindo com nossas vozes, fortalecendo assim a incrível comunidade de contadores de histórias latino-americanos ".

Sementes de resistência © Pablo Albarenga, Uruguai, fotógrafo do ano, Sony World Photography Awards 2020

Também são anunciados os dez vencedores da categoria Professional da competição, ao lado do segundo e terceiro lugares, bem como os vencedores gerais das competições Open, Student e Youth.

Dos dez vencedores profissionais, Sandra Herber, do Canadá, foi a vencedora geral na categoria Arquitetura das cabanas de pesca no gelo, Lake Winnipeg. Pablo Albarenga também conquistou o primeiro lugar na Creative. Maria Kokunova, da Federação Russa, conquistou o prêmio máximo sob o Discovery for The Cave. Chung Ming Ko (RAE de Hong Kong) liderou a categoria de Documentário para Feridas de Hong Kong.

Outros vencedores incluem Robin Hinsch, Ronny Behnert, Brent Stirton, Cesar Dezfuli, Ángel López Soto e Alessandro Gandolfi. Veja as fotografias vencedoras abaixo ou visite worldphoto.org.

Black Francis © Tom Oldham, Reino Unido, Open Photographer of the Year, Sony World Photography Awards 2020
Aeiforia © Ioanna Sakellaraki, Royal College of Art, Fotógrafo estudante do ano, Sony World Photography Awards 2020
© Hsien-Pang Hsieh, Taiwan, fotógrafo jovem do ano, Sony World Photography Awards 2020
Cabanas de pesca no gelo, Lake Winnipeg © Sandra Herber, Canadá, Vencedor da categoria, Profissional, Arquitetura, Sony World Photography Awards 2020
The Cave © Maria Kokunova, Federação Russa, Vencedor da categoria, Profissional, Descoberta, Sony World Photography Awards 2020
Feridas de Hong Kong © Chung Ming Ko, Hong Kong, Vencedor da categoria, Profissional, Documentário, Sony World Photography Awards 2020
Wahala © Robin Hinsch, Alemanha, Vencedor da categoria, Profissional, Meio ambiente, Sony World Photography Awards 2020
Torii © Ronny Behnert, Alemanha, Vencedor da categoria, Profissional, Paisagem, Sony World Photography Awards 2020
Pangolins em crise © Brent Stirton, África do Sul, Vencedor da categoria, Profissional, Mundo natural e vida selvagem, Sony World Photography Awards 2020

O fotógrafo britânico Tom Oldham venceu o Open Photographer of the Year por Black Francis, um retrato em preto e branco do líder dos Pixies, Charles Thompson (também conhecido como Black Francis), originalmente tirado para a MOJO Magazine. Solicitado por Tom para reconhecer sua frustração com as sessões de fotos, Francis ofereceu um gesto perfeito de exasperação, enfiando as mãos no rosto. O resultado foi uma fotografia expressiva que foi a imagem principal do artigo.

Ioanna Sakellaraki, da Grécia, venceu o fotógrafo de estudantes do ano por sua série, Aeiforia, que apresenta fotografias noturnas de painéis solares, turbinas eólicas e fazendas de baterias usadas em toda a pequena ilha de Tilos, na Grécia, que é a primeira no Mediterrâneo a rodar quase inteiramente em energia renovável.

Hsien-Pang Hsieh, um fotógrafo de 19 anos da região de Taiwan, foi nomeado Fotógrafo da Juventude do Ano pela Pressa, apresentando um artista de rua que parece estar andando com pressa, mas na verdade está parado. Inspirado por sua experiência como aluno recém-chegado na Alemanha, Hsien-Pang vê a imagem como seu comentário sobre o ritmo intenso da vida e um lembrete para que outros desacelerem.

© Cesar Dezfuli, Espanha, Vencedor da categoria, Profissional, Retrato, Sony World Photography Awards 2020
Lutadores senegaleses © Ángel López Soto, Espanha, Vencedor da categoria, Profissional, Esporte, 2020 Sony World Photography Awards
© Alessandro Gandolfi, Itália, Vencedor da categoria, Profissional, Natureza morta, Sony World Photography Awards 2020
 

REVISTA ESCAPE_ 
Matéria escrita por:  | Jornalista Responsável: Cláudia Kunst | Revisão Ortográfica: Juliane Sperotto | Editoração, Layout e Web Design: Daniel Cunha 

Para maiores informações mande o seu e-mail para revistadigitalescape@gmail.com

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo